Como utilizar as notas do Enem 2019

Neste artigo vamos ensinar como utilizar as notas do Enem 2019. As provas do Exame Nacional do Ensino Médio foram aplicadas nos dias 3 e 10 de novembro. Conforme o MEC, as correções já começaram e resultado deverá estar disponível na primeira quinzena de janeiro.

Eventualmente o Enem 2019 é utilizado pelo Ministério da Educação como critério de avaliação de escolas portadoras do ensino médio. Contudo, desde 2009, a nota do exame é utilizada como critério de seleção para o ensino superior através dos programas educacionais.

Quais programas educacionais posso utilizar a nota do Enem 2019?

Quando começam as inscrições do Enem 2019Quem participou do Enem 2019 através de uma vaga em uma faculdade, deverá ficar atento aos cronogramas dos programas educacionais, pois abrem as inscrições com duração de 4 dias. Graças aos seguintes programas, o Governo Federal diminui o número de vestibulares tanto nas instituições públicas quanto nas privadas.

A seguir vamos apresentar e explicar os programas educacionais que utilizam a nota do Enem 2019:

  • Sisu: O primeiro a abrir as inscrições será o Sistema de Seleção Unificada. De acordo com o calendário, as inscrições terão início do dia 21 até 24 de janeiro. O cadastro é totalmente gratuito, contudo, os estudantes deverão ter nota maior que zero na redação do Enem 2019. O sistema é utilizado pelo MEC para selecionar estudantes para uma vaga em universidades públicas espalhadas pelo Brasil.
  • Prouni: O Programa Universidade para Todos concede bolsas de estudos integrais e parciais em instituições privadas. As inscrições abrem após o encerramento do Sisu, contudo, o MEC ainda não confirmou oficialmente o período. O programa possui as seguintes exigências:
    • Ter nota média igual ou superior a 450 pontos nas áreas de conhecimento do Enem 2019, além de pontuação superior a 0 na redação;
    • Bolsa integral (100%): rendimento familiar bruto mensal de até um salário mínimo e meio por pessoa;
    • Bolsa parcial (50%):rendimento familiar bruto mensal de até três salários mínimos por pessoa.
    • Além destas exigências acima, os estudantes deverão atender a pelo menos um dos seguintes requisitos:
      • Ter cursado o ensino médio em escolas públicas, ou como bolsista integral em escola particular;
      • Ser pessoa com deficiência;
      • Ser professor de escola pública, em pleno exercício do magistério, com o objetivo de concorrer a bolsas em licenciatura.
  • Fies: O Fundo de Financiamento Estudantil concede financiamento a juros baixo. Conforme as outras edições, o financiamento exige participação no Enem, contudo, é aceita aquelas pontuações feitas a partir de 2010. Para poder fazer a inscrição p participante precisa ter nota média igual ou superior a 450 pontos nas áreas de conhecimento do Enem 2019, além de pontuação superior a 0 na redação.

Notas do Enem 2019

As notas do Enem 2019 deverão se divulgadas na primeira quinzena de janeiro. Certamente os resultados serão divulgados na página do participante. Desse modo, basta acessar o portal do Inp – Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira através do endereço eletrônico https://enem.inep.gov.br.

Para acessar a página do participante, primeiramente o estudante deverá informar o número do Cadastro de Pessoa Física – CPF e senha criada no ato da inscrição. Eventualmente tenha esquecido, basta clicar na opção “esqueci minha senha“.

As provas do Enem 2019 serão corrigidas por computadores de alta tecnologias, onde utilizaram a Teoria de Resposta ao Item – TRI, como método de correção. O TRI avalia o nível de conhecimento de cada estudante e não a quantidade de acerto. Essa teoria é muito utilizada em vestibulares, pois é conhecida por dar uma pontuação menor para aqueles estudantes que contam com sorte, ou seja, que “chutam” as questões. 

A maior nota que os estudantes poderão tirar em Ciências Humanas e suas tecnologias; Ciências da Natureza e suas tecnologias; Linguagens, códigos e suas tecnologias e Matemática da suas tecnologias é de 1000 pontos. Conforme o TRI, as chances do estudante zerar é muito difícil, a não ser que o estudante não tenha comparecido no dia da prova.

A redação do Enem 2019 contou como o tema Democratização do acesso ao cinema no Brasil. De acordo com o edital, os textos serão corrigidos por professores que vão atribuir nota de 0 a 200 para cada uma das competências exigidas, desse modo, a maior pontuação poderá ser de 1000 pontos.

Competências exigidas na redação do Enem 2019

Matérias de Estudos Enem 2019Veja as competências exigidas na redação do Enem 2019:

  • Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa;
  • Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa;
  • Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista;
  • Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação;
  • Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Continue acompanhando todas as informações do exame através da página do Facebook Enem 2020 ou Guia do Enem (Instagram).