Assuntos que caem no Enem 2019

Quais são os assuntos que caem no Enem 2019? Os estudantes que vão participar do Exame Nacional do Ensino Médio já podem se preparar. O conteúdo cobrado no exame é sabidamente muito abrangente. Assim ,quanto mais o candidato estudar, mais preparado ele estará para as provas. Desta forma será possível alcançar bons resultado e conquistando a tão sonhada vaga no ensino superior. As provas contêm 180 questões de múltiplas escolhas onde divide entre as quatro áreas de conhecimentos.

Os assuntos do Enem 2019 são as áreas de conhecimento exigidos nas questões de provas. São elas: Ciências Humanas e suas tecnologias, Matemática e suas tecnologias, Ciências da Natureza e suas tecnologias e Linguagens, códigos e suas tecnologias. Cada uma terá 45 questões, onde cada pergunta terá cinco alternativas (A até E) sendo uma correta, entretanto, na área de linguagens o estudante terá que elaborar uma redação com o tema escolhido pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira).

Matérias, Conteúdos e Assuntos do Enem 2019

Assuntos que caem no Enem 2019Como o Enem 2019 ainda é utilizado como método de avaliação do ensino médio, o exame utiliza os assuntos estudados durante os três anos, assim divide entre as áreas de conhecimentos. As matérias do Enem 2019 são divididas na seguinte ordem:

  • Ciências da Natureza: Química, Biologia e Física;
  • Ciências Humanas: Geografia, História, Sociologia, conhecimentos gerais e Filosofia;
  • Matemática: Matemática do ensino médio;
  • Linguagens e códigos: Língua Portuguesa, Artes, Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol), Literatura, Educação Física e Tecnologias da Informação e Comunicação.

O exame será aplicado em dois dias, ou seja, duas matérias e 90 questões em um dia.  No próximo dia de prova será aplicado o restante. A prova é elaborada com questões retiradas do Banco Nacional de Itens (BNI). Possui perguntas sobre a mesma matéria, todavia, em níveis de dificuldades diferente numa metodologia conhecida como TRI.

O Enem e a TRI – Teoria de Resposta ao Item

O Enem 2019 avalia o nível de conhecimento de cada estudante utilizando o método TRI – Teoria de Resposta ao Item que não calcula o número de acertos. Sendo assim, o exame possui questões de níveis de dificuldades diferente, sendo do fácil até mesmo as mais difíceis. Como avaliar o nível de conhecimento? O TRI entende que o estudante que acertou as questões difíceis, teria conhecimento suficiente para acertar as fáceis, caso contrário é considerado como “chute” e a nota é menor que os demais.

Os órgãos responsáveis pelo exame é o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira – Inep com autarquia do Ministério da Educação – MEC. Sendo assim o Inep disponibiliza para consulta o documento da matriz de referência do Enem 2019, clique aqui e conheça. O documento possui 24 páginas, detalhando os eixos cognitivos e conhecimentos exigidos para responder questões das áreas. Da 2º página até 13º são referentes às matrizes de referência. As competências que o estudante deverá aplicar nas áreas. Já dá 14º até 24º é conteúdos sobre os objetivos de conhecimento associados a todas as matérias.

Redação e importância das notas do Enem 2019

O que estudar para o Enem 2019O tema da redação do Enem 2019 só é apresentado no dia do exame. A escolha é feita pelo Inep, baseando em notícias cotidiana mais recente. Com esta informação é importante que os estudantes acompanhem todas notícias em jornais, revistas, redes sociais, rádio e entre outras. Ficar antenado ajudará no desenvolvimento do tema proposto.

A redação deverá ser elaborada sendo argumentativa-dissertativa. A nota varia de 0 a 1000 pontos. O texto é corrigido por dois profissionais onde avalia as cinco competências exigida por edital. Cada competência terá uma nota de 0 a 200 pontos, sendo assim no final é feito a soma total. Em caso de discrepância referente 100 pontos no resultado total ou de 80 pontos em qualquer competência haverá um terceiro corretor.

Tradicionalmente o Enem nasceu como como método de avaliação do ensino médio. Desde 2009, no entanto, o exame substituiu o vestibular tornando-se critério de seleção para o ensino superior. Sendo assim, quem participar do Enem 2019 poderá se inscrever no Sisu com direito de concorrer a vagas em instituições públicas brasileiras.

Além do Sisu, o Governo Federal disponibiliza o Programa Universidade para Todos – Prouni. Nele, os candidatos concorrem a bolsas em instituições privadas de ensino. Há ainda como opção o Programa de Financiamento Estudantil – Fies das mensalidades do curso para pagamento depois de formado.

Já sabem a importância do Enem 2019 está esperando o que para começar a estudar? Conheça agora a apostila digital, onde é responsável por muitas seleções no exame. Não perca nenhuma informação do exame, curta e compartilhe a página do Facebook.

2 comentários em “Assuntos que caem no Enem 2019”

Deixe um comentário